#8: O carro do ovo e o poder do foco

O “carro do ovo” e o poder do foco

O carro do ovo é um carro como um mecanismo de som que vai anunciando pela cidade “Chegou o carro do ovo, 30 ovos, 10 reais… Ovos graúdos, ovos selecionados… só aqui no carro do ovo” E com um fundo musical. De início pensei que havia um carro que fazia isso por vários bairros, mas logo descobri que, na verdade, não se trata de um “carro do ovo”, mas de vários carros que rodam simultaneamente em diversos bairros da cidade.

Cada vez mais comum e mais procurado, o carro do ovo tem crescido em demanda e em faturamento por causa de um elemento fundamental para o desenvolvimento empresarial ou humano: o foco.

Tudo que focalizamos, cresce. Numa época de múltiplas opções como a nossa, o foco ganha ainda mais poder. Antigamente a gente tinha poucas opções para seguir na vida pessoal e profissional, o que poderia limitar o desenvolvimento humano. Hoje temos diversas opções, o que pode também limitar nosso desenvolvimento. Pois começamos a desenvolver uma mentalidade de experimentação total e de pouca decisão.

A mentalidade atual é de que sempre dará tempo de descobrir o real direcionamento que iremos seguir após experimentarmos tudo. Antes de provar o máximo de opções possíveis eu poderei me arrepender da decisão.

Isso é um grande equívoco, pois faz-nos rodar em círculos e não avançar. Foco, como diria Steve Jobs, não é dizer sim ao que você irá focar, mas dizer não às centenas de outras boas ideias que existem.

A pessoa que experimenta vários pares esperando o parceiro ideal é aquela que tem maior probabilidade de ficar solteira ou ter um casamento infeliz, o empresário que experimenta vários ramos antes de fazer seu principal negócio crescer, é o que tem a maior tendência a falir.

O sucesso do carro do ovo é que ele só vende ovos. Por isso, pode ser mais competitivo no preço e se tornar referência nesse tipo de produto.

Lembro-me do mito de Ícaro, que preso no labirinto, junto a seu pai Dédalo, conseguiu sair de lá quando seu pai, que era artesão e engenheiro, construiu uma asa para eles voarem. Como a asa era feita de penas e cera, Dédalo recomendou ao filho evitar proximidade com o mar para que não molhasse e dissolvesse e com o Sol para que não aquecesse e derretesse. Ícaro não teve foco e resolveu, encantado pelo brilho do Sol, se aproximar do mesmo. Suas asas se desfizeram, ele caiu e morreu.

Ou seja, foco pode ser a diferença entre a sobrevivência ou morte de seus projetos ou de sua empresa.

Há quase 5 anos resolvi abrir uma empresa de treinamento focada somente em treinamento de oratória. Naquele momento algumas pessoas me disseram para ampliar meus serviços, pois assim faturaria mais, já que teria mais opções para meus clientes. O tempo passou e a estratégia do “carro do ovo” funcionou em nossa empresa, que continua de pé e cada vez mais é uma referência em treinamento de oratória para grupos, empresas, em aula individual e em vendas de palestras.

É muito difícil no começo, pois demora um tempo até você ser referência em algo, mas depois de se tornar uma mínima referência que seja, você percebe uma certa estabilidade no crescimento.

É sempre desafiador decidir entre várias opções qual seria a opção mais acertada de se seguir, contudo o maior erro talvez não seja escolher errado, mas perder o “time” da escolha e permitir que a vida ou as condições adversas decidam por você.

Como anda o poder da decisão em sua vida? Você realmente está definindo suas ações ou é pautado pelas circunstâncias? Tem aprendido a não sofrer com o que você deixa para trás após sua decisão ou vive se martirizando depois de já ter decidido? Está inebriado experimentando as diversas opções ou já tem uma postura madura de decidir e focalizar?

Cuidado, pois assim como aconteceu a Ícaro, a perda de foco pode derreter suas asas, acabar com seu voo e te destruir.

 

 

Deixe uma resposta